Conhecendo as raças bovinas criadas no Brasil: Caracu

06Ago / 2020

Conhecendo as raças bovinas criadas no Brasil: Caracu

De origem europeia, a raça bovina Caracu é uma das mais populares no mercado de gado de corte, isso porque possibilita o cruzamento com diferentes raças, o que possibilita resultados e rentabilidade ao pecuarista.  

Sem dúvidas, se tornou um patrimônio da pecuária nacional, já que foi ela que sustentou a produção antes da chegada dos zebuínos. Assim, neste artigo falaremos das principais características dessa raça bovina tão importante para a história da pecuária nacional.  

Continue a leitura e confira! 

Caracu no Brasil 

Registros indicam a presença da raça Caracu no Brasil desde o período colonial, principalmente no Nordeste. E, atualmente, apresenta crescimento expressivo nas regiões centro e centro-oeste.  

Mas foi a partir da década de 80 que se inicia uma nova fase para a raça, a qual passou por uma seleção e melhoramento genético, esforços que proporcionaram uma evolução acelerada de seu desempenho, sem que sua rusticidade característica fosse comprometida.  

Com o passar do tempo, a raça adquiriu uma ampla rusticidade que lhe conferiu as vantagens de menor exigência alimentar e maior resistência aos parasitas, além de aumentar a longevidade dos reprodutores. Todas essas características garantem ao produtor uma significativa economia em relação à utilização de outras raças europeias no cruzamento. 

Características da Raça Caracu 

Apesar de europeia, a raça é considerada uma mais adaptada às condições tropicais encontradas em nosso país. 

Os melhoramentos genéticos pelos quais a raça vem passando, possibilitou também o aumento da sua aptidão natural para carne nobre.  

Assim, a raça se destaca pela sua dupla aptidão, produção de carne e de leite, ponto positivo que pode ser aproveitado por suas potencialidades em sistemas de produção, revertendo investimento em bons lucros. 

No entanto, o Caracu reúne qualidades importantes e cada vez mais procuradas no segmento do gado de corte, principalmente para o cruzamento industrial. São elas: 

- Pelo curto; 
- Resistência ao calor; 
- Resistência a endo e ectoparasitos; 
- Facilidade de locomoção; 
- Cascos resistentes, tanto para duros quanto encharcados; 
- Capacidade de digerir fibras grosseiras; 
- Facilidade de parto. 

Diante de tantas qualidades, o Caracu se destaca mercado como uma raça moderna e competitiva, indo ao encontro dos interesses e necessidades do produtor e mercado da atualidade. 

 

Quem leu este artigo também se interessou por  - Conhecendo as raças bovinas criadas no Brasil: Guzerá 

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!