Conhecendo as raças bovinas criadas no Brasil: Blanc Bleu Belge

03Set / 2020

Conhecendo as raças bovinas criadas no Brasil: Blanc Bleu Belge

A raça bovina Blanc Bleu Belge ou Belgian Blue tem como sua origem a Bélgica Central, localidade onde representquase a metade do rebanho nacional. Apesar de ser relativamente nova no continente americano, vem ganhando aceitação rapidamente pelos criadores devido às suas características. 

E é sobre seus diferenciais que falaremos neste artigo. Assim, para conferir todas as singularidades dessa raça bovina, bem como as suas aptidões, continue a leitura.  

Blanc Bleu Belge: Essência Belga 

Formado a partir do cruzamento do gado nativo da região da Bélgica central com o animal de raça Shorthorn, importado da Inglaterra entre 1850 a 1890, há fontes que afirmam que a genética do Blanc Bleu Belge também é marcada pela introdução da raça charolesa 

Durante o século XX houve um grande esforço de multiplicação da raça, resultando na divisão de duas linhagens as quais tinham objetivos diferente: uma destinada principalmente para a produção de leite e outra para carne. 

No entanto, ao longo do tempo essas prioridades foram mudando e hoje o que prevalece é basicamente a linhagem selecionada para a produção de carne. 

Caracterizado pela sua musculatura dupla, o Blanc Bleu Belge existente atualmente é resultado de um melhoramento genético, em que se priorizou a seleção para a musculatura, garantindo à raça o biotipo que apresenta hoje. 

Além disso, estudos realizados em seu país de origem comprovaram que as características da carcaça da raça são substancialmente transmitidas quando utilizada em cruzamentos comerciais. Esse fator justifica o interesse crescente pelo seu uso em cruzamento terminal.  

Belgian blue no Brasil 

 No Brasil, o Belgian Blue normalmente também é utilizado para produção de carne e comumente cruzada com zebuínos, afim de aumentar o rendimento de carcaça e produção de carne.  

De modo geral, a partir desse cruzamento é possível obter excelentes resultados, uma vez que reune-se as características de rusticidade e adaptação dos zebuínos com a capacidade de conversão alimentar e alto rendimento muscular das raças europeias. 

Características físicas 

  Com grande potencial de crescimento e caracterizado principalmente pela sua dupla musculatura, o animal dessa raça tem membros fortes e caminhar fácil. A pelagem é de coloração composta de branco, azul e às vezes negro. A raça é conhecida por seu temperamento quieto.    

Como consequência da sua hipertrofia muscular, apresenta uma carcaça grande e pesada, com excepcional rendimento de carcaça. Sua carne é de excelente qualidade, macia, magra e saborosa, com distribuição de cortes magros e de alto valor agregado. 

Ponto de atenção 

Devido ao fato de seus bezerros nascerem bastante grandes, a raça Blanc Bleu Belge tende a ter dificuldades com os partos, sendo comum a necessidade de intervenção por meio de cesárea, tornando os custos com esse rebanho mais altos.   

 

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!