Pecuária terá três linhas especiais no plano agrícola e pecuário 2014-2015

22Mai / 2014

Pecuária terá três linhas especiais no plano agrícola e pecuário 2014-2015

O Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2014/2015 traz novidades para o segmento de bovinocultura de corte. De acordo com o site do jornal Diário de Cuiabá, o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) contemplou, este ano, o segmento com três linhas de financiamentos, a primeira para aquisição de animais para engorda, a segunda para retenção de matrizes e a terceira para aquisição de matrizes e reprodutores.

O Ministro Neri Geller, os pecuaristas poderão financiar a aquisição de animais para engorda em regime de confinamento, a retenção de matrizes e reprodutores - com o limite de R$ 1 milhão por beneficiário com até cinco anos para pagamento, sendo dois de carência - com o intuito de aumentar a oferta de carne.

O vice-presidente da Associação dos Criadores do Mato Grosso (Acrimat), Guilherme Nolasco, destaca que o setor da pecuária se sente atendido com as três linhas disponibilizada, mas ainda explica que 72% das verbas do PAP se destina para o custeio e comercialização, e como a pecuária é uma atividade de longo prazo, seria preciso dar atenção maior para as linhas de investimento. "Precisamos de investimentos em tecnologia para fazer recuperação e reforma de pastagem nas áreas que serão integradas à lavoura. A expansão da agricultura no Estado passa pela pecuária. Por isso, reivindicamos mais linhas de médio e longo prazos".

Segundo o MAPA o PAP 2014/2015 irá disponibilizar R$ 156,1 bilhões, 14,7% a mais do que os R$ 136 bilhões da safra 2013/2014. Deste montante, R$ 44,1 bilhões serão destinados para programas de investimento, o restante são para financiamentos de custeio e comercialização.

O que você acha, amigo pecuarista, dessas linhas de investimentos oferecidos pelo governo? E onde e como você pretende investir?

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!