Blog

Importância do consumo de carne bovina por humanos

27Abr / 2018

Importância do consumo de carne bovina por humanos

Atualmente, mitos são levantados em relação à carne bovina que comprometem o consumo deste alimento, que está entre os melhores para frequentar a sua mesa. Por volta de 1950, a doença coronária cardíaca destacou-se como causa de morte e o suposto motivo foi o nível de colesterol no sangue dado pela ingestão da gordura animal, o que refletiu em queda brusca de consumo de alimentos como a carne vermelha. Essa relação gordura animal, níveis de colesterol e doenças cardíacas era somente associativa, porém tal teoria ganhou credibilidade após vinte anos, e o que era um alimento normal passou a ser chamada de “gordura assassina”.

Porém algo estava errado, pois, mesmo com a queda de consumo de tal alimento, a mortalidade por doenças cardíacas aumentou e novas doenças foram se destacando, como a diabetes e a obesidade. As pesquisas continuam para concretizar tais teorias, porém os benefícios da carne vermelha podem ser listados com segurança. "A carne vermelha é fonte de todas as proteínas e dos aminoácidos essenciais para o nosso corpo. Ela não tem um substituto único e contém vitaminas que não são encontradas em nenhum outro alimento.” Explica o nutrólogo Wilson Rondó, autor do livro "Sinal Verde para a Carne Vermelha". Um mineral de extrema importância para nós e que está presente na carne é chamado de zinco, essencial para nosso crescimento e desenvolvimento do sistema nervoso central. Com forte presença também encontramos o ferro, sendo altamente absorvível pelo organismo e fundamental para produção de hemácias (células que carregam oxigênio até as células).

A gordura encontrada na carne bovina é considerada temível e vilã, mas também apresenta benefícios quando não consumida em excesso: apresenta mais que o dobro de energia quando comparada com carboidratos e proteínas; ajuda na absorção de nutrientes como cálcio e as vitaminas A, D, E e K; dá suporte ao sistema imunológico e tem a capacidade de saciar a fome. Além disso, por meio de formulação de rações específicas, é possível alterar o perfil de ácidos graxos da carne bovina para que esta apresente mais ácidos graxos insaturados benéficos, como o CLA, o qual tem efeito comprovado em redução de tumores e prevenção de alguns tipos de câncer. Além disso, a gordura encontrada na carne bovina é fundamental na cozinha, mantendo a suculência da comida, uma textura crocante e um sabor indispensável.

Com a intensificação da produção de carne bovina no mundo, cuidados já estão sendo tomados desde a seleção dos animais, manejos, abate e uma séria fiscalização para priorizar a qualidade do produto final, visando nos oferecer um alimento de qualidade e saudável; lembrando que para manter a saúde é necessário manter uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos periódicos.

 

 

Laís Aquino Tomaz
Graduanda em Zootecnia
UNESP-Dracena

 

 

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!