Blog

Manejo de cocho em confinamento de bovinos de corte

31Jul / 2014

Manejo de cocho em confinamento de bovinos de corte

Nos confinamentos de bovinos de corte, os investimentos são altos, principalmente aqueles relacionados à nutrição. Estima-se que os custos com o arraçoamento (alimentar os animais) representem 70% do custo total da produção de carne, sendo deste, 2/3 referente ao custo do alimento concentrado (RESTLE e VAZ, 1999). Por esta razão, se faz necessário a adoção de técnicas que busquem maior eficiência animal na utilização do alimento.

Dentre as ferramentas imprescindíveis nos confinamentos de bovinos de corte, destaca-se o manejo de cocho. Esta técnica de manejo alimentar, por meio do planejamento e do controle do fornecimento da dieta, objetiva reduzir variações no consumo de ração por bovinos confinados (VASCONCELOS, 2005). No entanto, se utilizada erroneamente resulta na ineficiência alimentar destes animais (VASCONCELOS, 2011).

Os principais métodos de arraçoamento adotados nos confinamentos são os seguintes: sistema com sobras, onde se permite sobras no cocho; e sistema de cocho limpo, onde não se permite sobras no cocho. Segundo Owens (2007), o manejo de cocho para ambos os métodos de arraçoamento envolve três fatores básicos: leitura de cocho; comportamento ingestivo; e registro da oferta e do consumo de ração.

“Os escores de cocho servem para indicar possíveis ajustes na quantidade de ração a ser fornecida aos piquetes durante o dia, e assim evitar desperdícios, ou falta de alimento”.

A leitura de cocho consiste numa avaliação da quantidade de sobras de ração na linha de cochos antes do primeiro trato, que normalmente ocorre pela manhã. Leituras de cocho adicionais podem ser realizadas à noite (VASCONCELOS, 2005). Os escores de cocho servem para indicar possíveis ajustes na quantidade de ração a ser fornecida aos piquetes durante o dia (FERREIRA, 2011), e assim evitar desperdícios, ou falta de alimento. As notas referentes a leitura de cocho estão apresentados na tabela abaixo.
 

Tabela de escores de cocho com suas respectivas tomadas de decisão

Escores

Descrição da situação nos cochos

Decisão a ser tomada

0,0 Cocho lambido ou apresentando saliva Aumentar a oferta em 5%
0,5 Cocho limpo com menos de 2% de sobras Manter a oferta anterior
1,0 Cocho com 10% de sobras Manter a oferta anterior
2,0 Cocho com 20% de sobras Reduzir a oferta em até 20%
3,0 Cocho com 50% de sobras Corrigir erros de leitura

Fonte: ELANCO (2013)

Outro ponto importante no manejo de cocho é a observação do comportamento dos animais; pois dependendo do alimento ou do manejo adotado pode haver mudanças no padrão de comportamento ingestivo dos bovinos (FISHER et al., 2002), os quais podem resultar em desempenho animal insatisfatório. Um bom exemplo é o fornecimento demasiado de alimento, o que pode permitir que o animal selecione o alimento de sua preferência e assim ingira ração desbalanceada.

Num bom manejo de cocho, o fornecimento dos tratos deve ser sempre no mesmo horário, permitindo que se crie uma rotina de alimentação por parte dos animais e haja melhor eficiência animal. Por exemplo, se houver atraso no trato, os animais quando enfim tratados consumirão com voracidade em razão de estarem muito famintos, podendo ser acometidos por distúrbios digestivos e reduzir o consumo de ração posteriormente, o que certamente afetará o ganho de peso. Segundo Horton (1990), quando o vagão tratador chega ao piquete o ideal seria que: 25% dos animais estivessem na linha de cocho esperando; 50% estivessem se dirigindo para o cocho; e 25% estivessem se levantando, deitados ou mesmo ruminando.

“Num bom manejo de cocho, o fornecimento dos tratos deve ser sempre no mesmo horário, permitindo que se crie uma rotina de alimentação por parte dos animais e haja melhor eficiência animal”.

Dentre as práticas que foram sugeridas por Anderson (1990) para o manejo de cocho inclui-se a manutenção dos registros de dados atualizados. Este procedimento tem como objetivo auxiliar o leitor de cocho numa tomada decisão precisa, uma vez que informações atualizadas na produção de bovinos de corte confinados são primordiais para o sucesso da operação. Leituras de cocho bem feitas significam economia de alimento aliado a desempenho eficiente dos bovinos.

Paulo César da Silva Santos
Graduando em Zootecnia
UNESP – Campus de Dracena

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!