Blog

Integração lavoura-pecuária milho safrinha

03Jul / 2014

Integração lavoura-pecuária milho safrinha

Em 1980, em virtude do intenso desgaste das áreas de pastagem, houve a necessidade de se criar um sistema que as regenerasse, pois seu manejo inadequado causaria danos irreversíveis (Macedo, 1993). Foi assim, que por meio de estudos de instituições como a Embrapa, surgiu o Sistema de Integração Lavoura- Pecuária (ILP), que pode ser definido como sistema que integra as duas atividades, e que visa por meio do cultivo anual, recuperar as áreas degradadas e maximizar a produção vegetal e a animal. A ILP incentiva a diversificação, rotação, consorciação e a sucessão das atividades agrícolas e pecuárias dentro da propriedade rural (Embrapa, 2007).

O uso do sistema ILP assegura maior produtividade das lavouras e forragens, o que garante bom aproveitamento também nas épocas de seca e melhora o controle de pragas, doenças e ervas daninhas. Além disso há aumento na oferta de grãos e forragens destinadas ao pastejo, intensificando a produção de ruminantes. Neste contexto, também havendo necessidade de se produzir palhada para o cultivo direto da soja, a sucessão por milho safrinha com plantas forrageiras, Urochloa decumbens e U. brizantha, Megathyrsus maximum cv. Tanzânia, foi alternativa altamente viável segundo Broch et al., (1997), o que melhorou consequentemente a rentabilidade do produtor devido o aumento da produção agrícola e pecuária.

Além da viabilidade econômica deste sistema, a produção de Massa Seca (MS) e disponibilidade de nutrientes, aumentam significativamente conforme estudos realizados por Broch e Ceccon (2006) mostrados nas Tabelas 1 e 2.
 

Tabela 1 - Rendimento de massa seca da parte aérea e resíduos vegetais dos consórcios (média de Dourados, Batayporã e São Gabriel do Oeste, MS), 2006.

Tabela 2 - Disponibilidade de nutrientes na massa seca da parte aérea das espécies, solteira e em consórcio (média dos três locais), em MS, 2005.


 

O milho safrinha em consórcio com pastagens tropicais é uma tecnologia que permite manter/aumentar o rendimento de grãos, produção de MS de forragem e consequentemente aumento na oferta de alimentos para os ruminantes, além de promover maior cobertura do solo impedindo sua degradação precoce.
 

Alice Helena Peres Marques Assumpção
Daniela Monte Serrat Bosco
Alunas de Graduação - Zootecnia
UNESP - Campus Dracena

Comente:

Fundada em 1951, a COIMMA é hoje a maior fabricante de balanças e troncos da América Latina.Saiba Mais!